O que é o anel solitário? Como e quando usar essa joia?

A tradição do anel solitário tem chegado cada vez com mais força no Brasil.

Porém, alguns futuros noivos não sabem como conciliar essa joia com a tradição brasileira das alianças de casamento.

Hoje vamos explicar mais sobre o que é o anel solitário e suas diferentes formas de uso.

Se quiser saber a diferença entre o anel de noivado (cujo modelo mais comum é o solitário) e as alianças de casamento, sugiro a leitura desse post aqui do blog:

Aliança de casamento ou anel de noivado aprenda definitivamente a diferença entre eles.

Você também pode assistir esse vídeo do youtube onde converso mais sobre esse assunto:

Vamos do começo.

O que é o anel solitário?

O anel solitário, por tradição, é um anel simples, liso, feito em ouro ou ouro branco (a prata é menos utilizada) com 1 diamante. Por isso o nome solitário.  

É uma das peças mais usadas para presentear as noivas, por ser considerado o anel do amor. Existem inúmeras histórias sobre o porquê dessa tradição.

E, inclusive, um episódio inteiro da série Explicando da Netflix. Contando sobre o como os diamantes se tornaram esses símbolos do amor.

Uma das minhas histórias favoritas, que ajudaram a popularizar o anel solitário, é a do arquiduque da Áustria, Maximiliano. Em 1477 ele mandou que procurassem o diamante mais puro, independente de tamanho. E que fosse feito um anel simples, liso com essa única pedra. O arquiduque presenteou sua noiva, Maria de Borgonha, no dia do noivado, com essa joia.

Colocando-o no dedo anelar da mão esquerda. Nele fica a vena amoris (veia do amor), veia que corre diretamente do dedo anelar para o coração, como forma de afirmar que o amor deles seria único, puro e eterno.

Por sua transparência e durabilidade o diamante carrega o significado de pureza e eternidade que queremos tanto no amor.

Hoje já são feitos anéis solitários com diferentes pedras além do diamante, e mesmo anéis de noivado com mais de uma pedra em diferentes estilos.

Temos um post no blog falando sobre os diferentes anéis de noivados que existem hoje, te dando algumas dicas sobre como escolher entre os diferentes estilos.

3 Dicas Valiosas para escolher o anel de noivado ideal.

Como devo usar o anel solitário?

Essa é a questão! São tantas dúvidas nos futuros noivos porque o anel solitário faz a união de duas tradições.

Vários noivos no Brasil presenteiam a noiva na hora do pedido de casamento com as alianças de casamento e o anel de noivado, unindo a tradição brasileira das alianças de casamento com a tradição americana/europeia do anel solitário.

É comum as noivas usarem na mão direita, durante o período de noivado, a aliança e o anel solitário como aparador da aliança. O mesmo pode seguir acontecendo após o casamento. Com a aliança de casamento recolocada na mão esquerda e o anel de noivado servindo de aparador na mesma mão.

Essa forma de uso é a mais comum nos Estados Unidos e Europa, que seguem a tradição de presentear na hora do pedido de casamento só com o anel de noivado, usado na mão esquerda durante o período de noivado (nessa tradição somente a mulher usa anel nesse período). As alianças de ouro são colocadas no dia do casamento pelo casal, na mão esquerda ficando o anel solitário como aparador da aliança.

Veja abaixo o exemplo de algumas celebridades que usam dessa forma o anel solitário e a aliança:

Anel Solitário e aliança de casamento

No Brasil a Giovanna Ewbank já utiliza dessa forma

Anel solitário pode ser presentado em outras ocasiões?

O anel solitário também é um ótimo presente para ser oferecido após o casamento. No aniversário do casamento a mulher pode ser presenteada com o anel solitário para usar como aparador e destacar a aliança de casamento, trazendo todo o simbolismo que esse anel tem, representando um amor tão duradouro quanto a pedra preciosa que compõe ele.

É claro que nada impede você, que ainda não está noiva, de usar um anel solitário. Nesse caso fica livre para usar o anel no dedo que quiser.

Joias sempre são presentes especiais e o anel solitário se tornou um objeto de grande desejo, à medida que as lendas e histórias sobre ele foram reforçadas ao longo dos anos  aumentando o significado por trás dessa joia.

Quero destacar que não existe nada “obrigatório” ao escolher o anel solitário para presentear sua futura noiva ou esposa. Escolha realmente pensando no anel que melhor combina com a personalidade dela.

Se ela usa acessórios mais básicos e discretos  provavelmente também vai preferir um anel mais simples, liso, tradicional.  Já se ela prefere acessórios maiores, que fujam do tradicional, talvez seja uma boa ideia você também ousar mais no anel solitário.

Da mesma forma não é obrigatório que você faça o pedido utilizando o anel solitário. Você pode optar por utilizar somente as alianças de ouro, seguindo a tradição brasileira se assim preferir.

Escolha a forma que melhor se encaixar ao seu relacionamento e, claro, ao seu orçamento

Não se preocupe em investir um valor muito acima do seu orçamento no anel para o pedido de casamento.

Para que o pedido de casamento tenha toda a importância que o momento pede é, sim, importante que você presenteie ela com um anel.  Mas, a forma como você fizer o pedido, o gesto de entregar o anel, será muito mais importante do que o tipo de anel ou a tradição que escolheu seguir.

Pode confiar nisso! Nos pedidos de casamento que já organizei nunca vi uma noiva questionar sobre o anel usado no pedido. Fique tranquilo!

Lembre-se: se você precisar de ajuda para criar um pedido de casamento que seja único e inesquecível pode contar com a gente. Vai ser uma alegria fazer parte de um pedaço tão especial da sua história!

Vem conversar comigo e descobrir como posso te ajudar!

Se ainda ficou com alguma dívida sobre o anel solitário deixa aí nos comentários. Ou vem conversar comigo que te auxilio sobre elas.

Fale com a gente

Comentários

Leia mais

-