Já estou financeiramente preparado para casar?

Saber se já está preparado financeiramente preparado para casar é uma questão que preocupa muitos. Como tomar a decisão de casar se não sabe se vai conseguir arcar com os custos da nova vida a dois? Pensar nessa questão financeira é imprescindível antes de definir se vai ou não dar o próximo passo na relação.  Embora possa parecer uma atitude fria e calculista é na verdade algo saudável e que pode evitar muitos problemas futuramente. Já foi comprovado que dinheiro é motivo da maioria das brigas em um casamento, sabiam?

A primeira coisa é pensar no que você estaria disposto a abrir mão em função do casamento.

Quando se é solteiro o dinheiro que se ganha e a forma como  gastamos ele depende exclusivamente de nós. Eu decido se quero gastar mais da metade do meu salário com a academia ou, se quero gastar com aquele curso de fotografia. Porém, depois do pedido de casamento parte do dinheiro terá que ser investido na festa, se vocês quiserem fazer, e na organização/ compra da casa onde forem morar. Onde você estaria disposto a economizar para poder arcar com esses custos? Lembrando que hoje não é mais tradição que os pais da noiva paguem por toda a festa. Eles podem colaborar, mas parte das despesas também será responsabilidade dos noivos.

É necessário que vocês conversem e conheçam os objetivos financeiros de cada um. Para que isso não seja motivo de desavenças após o casamento.

Por exemplo, se para você é mais importante investir em comprar um carro do que viajar três vezes por ano, mas o outro pensa o contrario vocês precisarão chegar a um acordo. A mesma coisa vai acontecer nas despesas da casa. Vocês precisarão conciliar sobre o que é mais importante gastar e no que pode ser mais supérfluo. Isso não quer dizer que o seu dinheiro deixará de ser seu. Mas, sim que a maneira como ele será gasto deve ser pensada como um casal e não mais individualmente.

As despesas da casa serão divididas? Quem ganha mais vai gastar mais dentro de casa? Se um vai arcar com tudo quais os interesses do outro que devem ser considerados na hora de programar os gastos? Todas essas questões precisam ser pensadas e resolvidas.

Refletir sobre o aspecto financeiro é uma questão que não pode ser deixada de lado ao se pensar no casamento.  Embora no namoro essa questão possa parecer irrelevante após o casamento pode ser motivo de muitas brigas. Se você ainda não sabe dizer como é o perfil do outro com relação aos gastos comece a observar. Busque conhecer se o outro lida com dinheiro de uma maneira muito diferente da sua. E, então, tenham uma conversa sobre isso. Se for um assunto ainda muito delicado para os dois conversarem, então talvez ainda não seja o momento de dar um passo a mais.

Fazer planos juntos é um dos momentos mais gostosos do namoro, não é? Contudo, quando decidimos pelo casamento é preciso pensar em como viabilizar esses planos.Sem levar em conta os aspectos financeiros esses planos podem nunca sair do papel.

OBS: Para já começar a pensar na organização dos gastos de uma casa. Entendendo com o que se gasta e onde se gasta mais procure planilhas no Google de orçamento domestico. Você encontrará várias opções que te ajudarão a ter uma ideia melhor de quais são os gastos que precisam ser levados em conta.

Indico esta do site Quero Ficar Rico, é só clicar  para baixar ela automaticamente.

Ficou alguma dúvida? Tem alguma questão específica que gostaria da nossa ajuda para resolver? Fale com a gente! Vai ser um prazer te ajudar!

Fale com a gente

Comentários

Leia mais