Ideias para o pedido de casamento – Elas devem tomar a inciativa?

Afinal, as mulheres não devem mesmo dar

esse passo e colocar em prática suas ideias

para o pedido de casamento?

Funciona assim há muito tempo. Muitas mulheres imaginam mil ideias para o pedido de casamento, sonham ansiosas com esse momento. Porém, não podem fazer mais do que esperar que seu parceiro tome a atitude.  Fica nas mãos dele sentir e decidir qual será o momento ideal para o pedido de casamento. Mesmo que sua namorada já tenha pensado em mil possibilidades.

A verdade é que o homem ser o encarregado do pedido de casamento é um comportamento que vem se repetindo há tantos anos que se estabeleceu um tabu sobre isso. Essa tradição vem desde a época em que a mulher pouco podia opinar sobre o seu casamento, que muitas vezes era “negociado” diretamente entre o pai e o noivo.

O interessante é que a cultura que exige que o homem tome a iniciativa das ideias para o pedido de casamento é a mesma que demanda que ele não demonstre muitos os seus sentimentos, não chore em público, e tenha uma “atitude de homem” em relação ao amor.

Não faz muito sentindo.

E, é por isso que valorizamos muito cada homem que nos procura para ajudarmos com seu pedido de casamento. Pois, sabemos que ali temalguém que está realmente disposto a demonstrar o seu amor, acima de qualquer imposição.

E é justamente essa falta de sentido que questionamos quando uma mulher nos procura ansiosa, com mil ideias para o pedido de casamento, mas esperando que nós apresentemos elas para o seu namorado. Por quê não ela mesma tomar a iniciativa e fazer o pedido? Rompendo com o padrão e surpreendendo seu parceiro.

O site M de Mulher publicou um tempo atrás uma matéria com depoimento de mulheres que deram o primeiro passo e fizeram elas mesmas a tão esperada pergunta. Vou colocar a matéria aqui para que vocês possam comprovar, por si mesmo, como a experiencia pode ser maravilhosa.

3 mulheres contam como e por que decidiram pedir os namorados em casamento

“É sobre atitude que queremos falar aqui. Ou melhor, sobre mulheres de atitude que, assim como os homens sempre fizeram ao longo da história, também se sentiram no direito de agir e expor seus desejos dentro do relacionamento – o que é extremamente normal, aceitável e deveria ser feito com muito mais frequência.

Hoje, queremos falar sobre três mulheres que mandaram o famoso “quer casar comigo?” aos respectivos boys, sem medo de julgamentos, e provando por a+b o quanto a quebra de padrões é necessária.

Laina Fasoli, designer

“Meu pedido foi bem simples, na verdade não envolveu nada tradicional, como anel de noivado. Eu e meu noivo nos conhecemos no nosso antigo trabalho. E, nosso primeiro contato só aconteceu porque ele precisava carregar o celular. Eu era a única que tinha um cabo de iPhone, então emprestei o meu. Depois, ele me devolveu e agradeceu, e a partir desse momento eu senti meu coração balançar.

Toda vez que ele se declarava para mim, ele sempre falava: ‘Viu, amor, foi só emprestar seu cabo para mim, e agora estamos juntos!’. Ou, então: ‘Você imaginava que com aquele moço, para quem você emprestou o cabo, ia acontecer tudo isso?’.

Eu realmente não imaginava, mas a gente passou por muita coisa até chegar onde estamos. Hoje moramos juntos em um apartamento alugado, mas juntos, no ‘nosso’ canto. Quando nos mudamos, eu vi nele alguém com quem eu queria ficar durante a minha vida toda. E, comecei a pensar em como dizer isso para ele.

Então, eu fiz um painel escrito ‘marry me’ [‘casa comigo?’, em inglês]

Com os cabos de iPhone, esperei ele chegar em casa, coloquei uma venda em seus olhos. Disse que tinha uma surpresa, e o levei para o quarto onde o painel estava grudado. Aí, comecei a me declarar falando tudo o que sentia. No fim, pedi para ele tirar a venda, ele viu o painel e eu perguntei: ‘casa comigo?’. Ele assentiu com a cabeça e me abraçou, com os olhos cheios de lágrimas – eu já estava chorando de emoção (risos).

ideias para o pedido de casamento com iphone

Painel montado para o Pedido de Casamento da Laina

Se você sente no seu coração que é a coisa que você quer, faça! Não se trata de tempo, se trata de qualidade, de confiança, respeito, companheirismo e, sobretudo, amor. Então, não tem certo ou errado quando a gente sente no nosso coração que estamos felizes, sabe? Quem faz nosso caminho somos nós mesmas, não importam os rótulos ou cobranças por conta do gênero, o que importa é ser feliz com quem nos faz bem!”.

Quando Laina pediu o programador Celso Henrique em casamento, eles estavam juntos há pouco mais de um ano. A cerimônia oficial será em 2019.

Camila Separovic, consultora de vendas e atriz

“A gente estava há um ano juntos, e eu estou noiva dele há quatro meses. Estávamos no lugar que a gente mais gosta na cidade de São Paulo, que é a [avenida] Paulista, onde a gente quer morar um dia – porque já pensávamos nisso antes mesmo de eu fazer o pedido.

Eu escrevi uma carta, um poema para ele, e falei que queria que ele fechasse os olhos. Então,li o poema no meio da Paulista, falando sobre todas as coisas que a gente já tinha vivido. A gente faz basicamente todas as nossas coisas juntos: a gente trabalha junto, estuda junto, a gente está o tempo inteiro juntos – e a gente já passou por algumas dificuldades bem complicadas na vida.

A nossa parceria é uma coisa absurda. Então, eu falei para ele sobre todas essas dificuldades e obstáculos que a gente já passou. E, sobre o quanto ele era importante para mim. Quanto a nossa vida era incrível estando um ao lado do outro. Falei que a gente se fortificava juntos, que a gente era infinito.

E aí, ele estava de olhos fechados, e eu perguntei:

‘Você quer casar comigo?’ – e dei as alianças. Ele falou que sim, óbvio [risos], a reação dele foi incrível! A gente só começou o relacionamento quando já queríamos alguma coisa séria. Então, para ele, foi uma oficialização – mas isso já iria acontecer, de qualquer forma.

troca de alianças após pedido de casamento Grey's Anatomy ideias para o pedido de casamento

Decidi fazer o pedido porque acho que nós, mulheres, não temos que colaborar com a sociedade em que vivemos (na qual nós temos que esperar sermos pedidas em casamento). Então, o motivo pelo qual eu resolvi pedi-lo em casamento foi o simples fato de que eu gostaria de me casar com ele. E, porque eu tenho que ter atitudes para modificar a sociedade com a qual a gente está tão acostumada a viver.

Acho que qualquer pessoa que esteja pensando em pedir a outra em casamento fica insegura, não tanto pela reação, mas é um momento muito importante. As mulheres têm que fazer o que elas têm vontade, sim. Elas não têm de esperar uma atitude de alguém porque querem ser surpreendidas. Ou porque o pedido perfeito seria feito pelo homem. A gente torna ‘perfeito’ aquilo que a gente quer que seja ‘perfeito’, e tudo pode ser melhorado. Na verdade, nada vai ser extremamente perfeito, né, porque a gente está em constante evolução”.

Leonardo Drummond, noivo da Camila, assim como ela também é consultor de vendas e ator. Os dois já dividem grande parte da rotina juntos, mas a troca de alianças está marcada para abril de 2020.

Joana Treiber, professora de francês

“Eu decidi comprar as alianças. Estava na Irlanda, e lá existe uma tradição de sorte no casamento – eles chamam de ‘Irish luck’. Lá eles têm, também, muita ‘coisa’ com prata. Aí, eu vi umas alianças lindas, numa vitrine, e ele [o noivo] sempre quis usar aliança de compromisso, mas eu nunca liguei muito para essas coisas. Aí eu olhei e falei: ‘ah, quer saber?’ e comprei. A ideia inicial era dar para ele só uma aliança de compromisso mesmo – apesar de achar besteira, eu sabia que ele gostava.

Comprei as alianças, voltei uma semana depois para o Brasil e aí eu fiquei pensando, pensando e pensando: ‘a gente poderia aproveitar e se casar, ia ser legal’. Eu nunca liguei muito para casamento, ele sempre foi mais tradicional do que eu. Porém, eu comecei a gostar da ideia. Não sei se é a idade (eu fiz 35 anos agora), sei lá, eu achei que poderia ser interessante.

Voltei de viagem e chamei ele – acho que [o pedido] foi na minha casa mesmo, não me lembro. Foi no quarto, eu coloquei umas velinhas [para decorar] e dei as alianças para ele, de surpresa. Na hora, ele falou: ‘Eu quero, que boa ideia!’. E já foi colocando o anel no dedo – eu, por um milagre, acertei o tamanho dele. Não sei como eu consegui, mas ficou perfeito.

ideias para o pedido de casamento casal abraçado

Ele gostou muito de tudo, para ele foi natural.

Achou ótimo, adorou, foi engraçado. E ele me olhou e falou assim: ‘Você tem certeza? Olha lá, você vai se comprometer, mesmo?’ – como se eu não quisesse, né? [risos]. Nós estávamos juntos há uns oito para nove anos, por aí. E, a gente vai se casar no dia em que vamos comemorar dez anos de namoro. Ele que escolheu a data, mais uma vez, sendo mais romântico do que eu, mas enfim.

Eu acho que essas coisas a gente simplesmente sabe – assim como em uma relação, quando dá certo ou não. Quando a gente já está feliz junto, já está bem, já está há algum tempo junto, a gente fatalmente já falou sobre casamento, então a gente sabe o que a pessoa pensa sobre isso. A coisa, quando dá certo, ela dá certo! E você sente, não sei explicar. Não é para ser complicado, é uma coisa muito simples, óbvia. Quando você quer aquilo e está com aquela pessoa, você conhece aquela pessoa e sabe o que ele quer ou não.

Minha dica, nessa situação, é não fazer ‘joguinho’.

Ser sempre sincera, falar o que a gente sente. Porque se a gente quer construir uma vida com alguém, não tem como fazer ‘joguinho’ no dia a dia. A gente tem que ser sempre verdadeiro, e isso vai ser melhor para nós, para a pessoa, para todo mundo. Ah! E sempre olhar para o outro. Não fazer com ele o que a gente não gostaria que fizessem com a gente, isso é muito importante.

Por exemplo, eu sou francesa e não ligava muito para casamento, por conta do meu país, da minha cultura… lá, realmente ninguém casa muito, eles não têm muito isso, é um país majoritariamente protestante e tal. Agora, que a gente vai casar, eu estou achando muito legal.  Não a festa, a comida, nada disso. Eu estou achando legal poder ver que todo mundo está se deslocando pela gente. Todo mundo está ajudando a gente, é uma ocasião em que a gente se sente muito amado”.

A Joana e o advogado Ricardo Guida estão contanto os dias para o casório. Que acontece ainda neste ano, em setembro.”

Viu só?

Eles também amam ser surpreendidos e se emocionam. Ainda mais porque para eles é ainda mais inesperado receberem O pedido de casamento.

Claro que se tratando de um pedido de casamento. Decisão que vai afetar a vida de duas (ou até mais) pessoas. E, ainda tendo a questão da quebra de padrões alguns pontos precisam ser refletidos antes de decidir fazer o pedido de casamento.

Para te ajudar listei três questões que você deve levar em conta antes de decidir pedir seu namorado em casamento

  • Por que quero fazer o pedido de casamento agora?

O primeiro ponto é o mesmo ponto que qualquer pessoa deve analisar ao optar por fazer o pedido de casamento. O momento é mesmo o melhor momento? Os dois estão na mesma página? Já falaram sobre o futuro? Têm os mesmos objetivos de vida?

Lembre-se sempre de NUNCA fazer o pedido de casamento motivada por uma briga, pensando que assim irá resolver a situação. Ou, como forma de pressionar o outro a dar um passo que ele ainda não quer. Ainda mais se ele já deixou claro que não pensa em casamento por agora.

Quando alguém nos procura para criarmos a ideia para o pedido de casamento a primeira pergunta que fazemos é justamente: O que está te motivando a fazer o Pedido agora? É essa  pergunta que deve nortear a sua decisão.

Qualquer resposta que indique que para a outra pessoa pode não ser o momento certo aconselhamos repensar a sua decisão. Nesse texto: É Mesmo o Momento Certo para fazer o Pedido de Casamento? e, nesse: 4 Momentos em que é Melhor Não Fazer o Pedido de Casamento você encontra mais algumas dicas que irão te auxiliar a perceber se é mesmo o momento certo. Além desses textos nós criamos a Pirâmide do Sim, com os 6 passos que você precisa para ter ideias para o pedido de casamento perfeito e, o primeiro passo, refere-se justamente a ter essa certeza. Dá uma olhada lá.

– Eu realmente não ficarei insatisfeita dele não ter feito o pedido?

Pode acontecer da mulher tomar a inciativa para que o pedido de casamento aconteça como elas imaginaram. Mas depois ficar insegura se o parceiro realmente queria casar. Já que não foi ele que teve a iniciativa. Outra questão que pode surgir é que, passada a euforia do momento, você fique chateada porque no fundo esperava que vivesse dele a inciativa. Por isso pense com calma antes de tomar a decisão. E tenha certeza que você ter feito o pedido de casamento não se tornará depois motivo de cobranças na relação de vocês.

– Ele não se sentirá diminuído ou ferido pela sua atitude?

Alguns homens mais conservadores, por mais que gostem da ideia de serem surpreendidos. E, queiram se casar com você, podem se sentir diminuídos por você ter tomado a frente nessa iniciativa. É a velha cultura machista interferindo mais uma vez. Fazendo ele se sentir incapaz. E até menos homem por conta disso. Portanto, pense na psicologia do seu namorado e do quanto ele se importa com esses “padrões”. Se ele for realmente muito apegado a eles talvez seja melhor esperar que ele tome a iniciativa.

Para não ter que esperar de braços cruzados você pode dar algumas dicas para ele perceber o que você está querendo. Nós temos um guia ideal para te ajudar com isso, dá só uma olhada: Dicas Discretas. Você também pode mandar uma indireta para ele, aqui.

Agora se seu namorado não liga para esses velhos padrões vai fundo. Com a certeza que ele irá se emocionar ao ser surpreendido. E pode contar com a gente criar as ideias para o pedido de casamento. A ideia para o pedido de casamento perfeito para vocês. Que conte a história do casal e emocione.

Se quiser saber mais sobre como funciona o nosso trabalho dá só uma olhada:

Serviços

E se tiver ficado com qualquer dúvida estamos sempre à disposição para conversarmos, respondemos rapidinho, eu garanto!

FALE CONOSCO

Fale com a gente

Comentários

Leia mais